Powered by Blogger.
RSS

Entre eu e a imensidade





Essa flor traduz
uma beleza fugás
nas margens de mim

Libertei a cor
da amadurecência
abafada

Desparafusei
a tristeza, lancei
na imensidade.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

danka maia said...

Amei!

Dulce Morais said...

Claudiane,
Com poucas palavras se dizem tantos sentimentos!
Muito, muito intenso!
Parabéns!

=> Crazy 40 Blog
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de Ensaio
=> MeNiNoSeMJuIz®

Isa Lisboa said...

A tristeza deve sempre ser lançada para longe...!
Um poema belo como a flor que o acompanha!

Isa Lisboa
=> Instantâneos a preto e branco
=> Os dias em que olho o Mundo
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de ensaio

claudia cavalcanti said...

Claudiane, desaparafusei a tristeza é Dmais. Vou buscar meu parafuso e depois te conto,adorei, bjs

Post a Comment

Publicações populares