Powered by Blogger.
RSS

Solidão...








É negro o céu
e as estrelas frias
choram e caem

uma 
         a
             uma

nesse meu peito ermo
onde folhas secas cantam 
ao sabor dos ventos.




Cris Campos

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

8 comments:

claudia cavalcanti said...

"Lágrimas de estrelas sob um peito de folhas secas", pura poesia Cris, lindo, bj

Diego D' Avila said...

O "uma a uma" foi um detalhe sutil que achei uma graça. Céu negro e folhas secas são de estação. Você é verão. Solidão vem, mas logo se vai para quem tem raios de sol no coração, você, Cris. Abraços do amigo Diego ;-)

Dulce Morais said...

Se o vento leva as folhas é para melhor deixar entrever a terra que pisamos.
Se as estrelas caem, é para vir iluminar o peito sedente de beleza...
Maravilhoso, Cris!
Grande abraço!

=> Crazy 40 Blog
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de Ensaio
=> MeNiNoSeMJuIz®

Isa E. said...

Cris,
Já faz algum tempo que sou sua leitora no "A Parte e o Todo de Mim" e posso dizer que você é uma das minha poetisas preferidas aqui na blogosfera.
Sempre que começo a ler um poema seu, sei que vou me surpreender poeticamente. É sempre lindo!
Muitos beijos!

Gilberto de Almeida said...

Adorei! Primeira vez que leio um texto seu! Figuras tocantes, cinético. Muito bom! Vou ler mais!

mochiaro said...

Cris C.


Folhas secas
Sementes da terra
Geminação
Vida
Estrelas caindo
Semelhança
Esperança
Em seu viver

mochiaro/rio de janeiro

Carlos Moraes said...

vários elementos, diversas formas, tantos versos... e o peito de quem foi tão múltiplo sente só... bjs

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Estrelas que eram frias, mas o agito do vento levando-as para cá e para lá, esquentou-as.

Post a Comment

Publicações populares