Powered by Blogger.
RSS

Sonhos


Sonhei que estávamos juntos...

Sonhei que seu amor era meu...

Sonhei que não existiam brigas e tristezas, apenas o Amor...

Que parecia ser mais forte do que a morte...

Sonhei que o respeito existia...

Sonhei que  lutaria por mim...

Sonhei que era você e eu contra o mundo.

E que seria assim pra sempre...

Sonhei que isso me fazia forte e que juntos seríamos invencíveis...

Mas um dia despertei, e percebi que o que parecia ser meu anjo, na verdade me matava aos poucos.

Lentamente...

Como uma doença silenciosa, terminal com seu fim trágico, suicida...

Percebi que sonhos são perigosos...


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

8 comments:

JG Costa said...

Esse é o mal do amor, precisa se entregar para descobrir até que ponto ele é real! Abraços!

Isa Lisboa said...

Sim, alguns sonhos são perigosos, mas ainda assim não devemos deixar de procurar os que nos fazem bem!

beijo

Isa Lisboa
=> Instantâneos a preto e branco
=> Os dias em que olho o Mundo
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de ensaio

Dulce Morais said...

Kizy,
Dos que restam por realizar e dos que se apagam com o dia, alguns ficarão para sempre possíveis...
Muito belo!

=> Crazy 40 Blog
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de Ensaio
=> MeNiNoSeMJuIz®

carlosmagno said...

Curti

Gilberto de Almeida said...

Às vezes me pergunto para que serve a poesia... Às vezes acho que o papel dela é esse: atingir a gente como uma facada que corta a alma e desafia nosso senso comum! Que faz refletir! O seu poema fez isso! Obrigado!

Kizy Lee said...

Eu que agradeço a todos, por interpretarem tão bem o poema, imensamente feliz :)
Bjos

manuel marques Arroz said...

Mas sem eles (os sonhos)não vivemos.

Beijo.

Gilberto de Almeida said...

Conhecendo mais um pouco de Kizy Lee! Vejo um sonho de paz, de unidade, de harmonia... Bom sonho... Gostei!

Post a Comment

Publicações populares