Powered by Blogger.
RSS

Tu.

Tu és
o meu poema de amor
balada dos meus sonhos
canção de embalar
palavras que escrevo
neste imenso mar de amar..

És o mar que reinventei
miragem neste imenso azul
ondas que enrolam ao vento
em águas salgadas de lágrimas
num amor que invento...

Tu
és o poema
que gostava de escrever
de amar até morrer...

Manuel Marques (Arroz)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Dulce Morais said...

Manuel!
O ser amado é sempre o mais belo poema. Não o podemos escrever mas podemos vivê-lo!
Muito belo!
Bjs

=> Crazy 40 Blog
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de Ensaio
=> MeNiNoSeMJuIz®

Van-Ivany Fulini Sversuti said...

Um poema para sentir e sonhar!

mochiaro said...

NO VIAJAR PELO SEGUIMENTO DAS ESTRELAS E NO REFLEXO DO AZUL ESPELHADO VOCÊ, MANUEL, NÃO PROPRIAMENTE REINVENTOU E SIM APORTOU A EXUBERANTE OFERTA QUE O UNIVERSO OFERTOU-TE.
E, UM AMOR SE FEZ PRESENTE EM MEMÓRIAS SAUDOSAS
mochiaro/rio de janeiro

claudia cavalcanti said...

Manuel, o amor é um poema para aqueles que amam.Soa sempre bonito, com ou sem rima. Lindo,bjs

Post a Comment

Publicações populares