Powered by Blogger.
RSS

A Porta

Foto: Yuri Bittar




Faz tempo que estás em mim...

Ouvindo seus passos, por detrás da porta,

Traduzindo seu silêncio,

Olhos negros como a noite,

Vaga pelas ruas á procura de algo,

Sei que não compreende sua inquietação,

O motivo para o Sol dormir ternamente,

Pois seus olhos não percebem a luz,

Abro a porta e observo-te

Não sabendo oque dizer

Deixo-te minha paz

Sussurro ao vento que tudo vai ficar bem,

Percebo que sentiu,

Quando sua alma se alegrou,

Deixo a porta entreaberta

E vou embora com sorriso no rosto,
Pois sei que verá o despertar do Sol...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

5 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

"Deixo-te minha paz
Sussurro ao vento que tudo vai ficar bem "

Está saindo e deixando a sua paz , divino. Num quero que seja feliz e também serei feliz.
Mas a porta está entreaberta quem sabe...

Parabéns garota!

Thiago RioSul said...

Tem pessoas que entram e ficam gravadas como ferro queimando a pele. Tem pessoas que são inesquecíveis.

Lindo poetar, Parabéns!

Abraços
Thiago
Trocyn Bão

manuel marques Arroz said...

"Quando se está preso, o pior é não poder fechar-se a porta."
Lindo.

Beijo.

JG Costa said...

A porta da alma jamais se fechará. Abraços.

Gilberto de Almeida said...

Dádiva. Sempre o melhor caminho. Gosto desse posicionamento de doação.

Post a Comment

Publicações populares