Powered by Blogger.
RSS

CAMUFLANDO POR AÍ.



 
                                                             Foto: Graham McGeorge


Menina, disfarce essa alegria ausente
o furacão, só quer dançar
um tango.

Menina, disfarce essa angústia
e sensação do nada eu posso fazer
pois a espiritualidade explica o TUDO.

Menina, disfarce essa estrofe
Tem cheiro de útero materno
Observe  o voo dos acontecimentos e ore

Menina disfarce
 o poema
a menina
a mulher
a mãe... 

MENINA

Estás proibida de camuflar a universalidade de sua essência
pois é  parte da grande LUZ.

Claudiane

04/07/2013

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

claudia cavalcanti said...

Claudiane, por mais que tentes jamais conseguirás camuflar tua divina essência. Terás que fazer força, eu sei, em determindas situações, que requeiram esta sobrecapa,ela te srá necessária pois nem sempre a vida nos ampara. Lindo, bjs

Kizy Lee said...

Este é sem dúvida, um dos seus maiores poemas encantadores que já produzirá :)

Carlos Moraes said...

essa sensibilidade se propaga como sua luz.. e sua poesia...bjs

Isa Lisboa said...

Estamos sempre a tentar disfarçar alguma coisa, algumas vezes a nós próprios...
Mas concordo, isso devia ser proibido!

Beijo

Isa Lisboa
=> Instantâneos a preto e branco
=> Os dias em que olho o Mundo
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de ensaio

Post a Comment

Publicações populares