Powered by Blogger.
RSS

DESFOLHAR


DESFOLHAR

Bom seria se eu pudesse Desfolhar,
tal qual a árvore lá no horizonte,
pra o sentimento condensar,
e depois de se depurar,
tornar a se gaseificar,
e tudo de ruim se evaporar.

Bom seria se eu pudesse Desfolhar,
e o vento levasse tudo de pior embora,
e não mais ter na memoria,
o por que do que nunca vou saber,
e que é o que tira minha energia,
de poder, pelo menos viver
sem essa agonia.

Bom seria se eu pudesse Desfolhar,
pra tirar de mim esse pesar,
que tanto me arqueja,
e me dificulta achar o meu lugar.

Bom seria se eu pudesse Desfolhar,
e renascer pra vida,
com mais euforia e alegria,
tudo que eu mais tinha e perdi,
por acreditar que podia viver
sem que houvesse tirania.

Bom seria que eu pudesse Desfolhar,
para poder sempre me renovar,
e em nada me apegar,
e saber que o Amar é uma utopia,
Amar é Poesia,
Amar é diferente de mercadoria,
Amar não se expõe em galeria,
Amar não é ironia,
Amar não é inópia,
e o que eu mais queria,
é acreditar que o Meu Amor
não é uma Heresia.

Marco A. Tisi

( 17/02/2013 )

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...


Enquanto lia o seu poema lembrava-me do Filme As Mil palavras, nele Jack, um grande empresário de uma agência literária, fecha negocio com um guru, e depois quebra promessa e com isso é amaldiçoado. Em seu quintal nasce uma árvore que a cada palavra que ele diz cai uma folha, e assim que todas as folhas caírem, ele morrerá...

Refletindo Se cada palavra, ação, atitudes não dignas proferidas a outros, perdêssemos uma folha de nossa vida. Com toda certeza Não precisaríamos Desfolhar.

Dulce Morais said...

Desfolhar este perfeito poema foi um perfeito momento mágico, Marco!
Muitos parabéns!

=> Crazy 40 Blog
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de Ensaio
=> MeNiNoSeMJuIz®

Isa Lisboa said...

Não podemos desfolhar, mas podemos esperar pelo próximo rebento de uma flor!
(E o Amor nunca será heresia!)

Um abraço

Isa Lisboa
=> Instantâneos a preto e branco
=> Os dias em que olho o Mundo
=> Tubo de ensaio
=> Pense fora da caixa

Post a Comment

Publicações populares