Powered by Blogger.
RSS

PEDRA - SABÃO







PEDRA - SABÃO

Estava andando lá pelo rincão,
quando encontrei uma Pedra - Sabão,
ah, mais uma ilusão, mas não é não,
é só mais um pouco de minha emoção,
que me da tanta imaginação.

E andando pelo rincão,
com a Pedra - Sabão,
do nada apareceu um formão,
na minha mão.

Mas eu não sou nem artesão,
e na Pedra - sabão, com o formão,
esculpi um coração,
coração de Pedra - Sabão.

Mas ai, não foi ilusão,
e o coração de Pedra - Sabão,
ficou de uma vermelhidão,
latejando com muita emoção,
o meu Amor por ela,
que para sempre sera ,
minha maior recordação.

Não sou artesão,
só na minha imaginação,
eu sou um cortesão,
cortesão da palavra,
que na minha Poesia,
por pra fora minha sofreguidão,
buscando a compreensão,
dessa profusão,
de tanta emoção.

Coração de Pedra- Sabão,
esculpido com emoção,
que se tornou vermelhidão,
de pulsação acelerada,
da saudade desenfreada,
desse meu Amor,
que foi pra sempre desconsiderado.

M . A. Tisi

( 17/11/2012 )


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Isa Lisboa said...

De onde menos se espera, por vezes surge um amor. Neste caso, surgiu um coração, que apesar de ter nascido da pedra, está pronto para amar! Gostei desta pequena história que nos conta nos seus versos!

Um abraço

Isa Lisboa
=> Instantâneos a preto e branco
=> Os dias em que olho o Mundo
=> Tubo de ensaio
=> Pense fora da caixa

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

O poder que emana do seu coração de pedra-sabão é tão grande, que fico na torcida para que chegue a outros corações de forma semelhante que chegou ao meu.

JG Costa said...

Gostei! Abraços!

Dulce Morais said...

Bonito, Marco!

=> Crazy 40 Blog
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de Ensaio
=> MeNiNoSeMJuIz®

Post a Comment

Publicações populares