Powered by Blogger.
RSS

Melodia Lançada

Imagem: Google
Autor desconhecido

Melodia Lançada


Na noite que derrama o seu véu
vejo a lua iluminar o céu.
A ela confio o meu amor
para o levar sem temor
através do tempo e do espaço
a quem guardo no meu regaço.
São horas sem fim
a sentir que está em mim
a alma de quem me amou
quando pelo meu nome chamou.
Grito um clamor através do escuro
para deixar este sentimento puro
alcançar quem não consigo segurar
mas que não posso deixar de amar.
É para ti minha amiga, minha irmã,
que gravo palavras até amanhã,
para as recolheres com o coração
e ouvires a melodia da minha canção.

Dulce Morais

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

9 comments:

Osny de Souza Alves said...

O anonimato nos dá a liberdade de falarmos o que quisermos, porém não nos dá a chance de recebermos os elogios que realmente merecemos! Entretanto cabe a sensibilidade de quem a publica de ter um olhar meigo e puro para descobrir entre os guardados da alma e postá-las
para que sejam compartilhadas essas ricas palavras. Parabéns mais uma vez Dulce Morais!

Isa Lisboa said...

A noite não é apenas conselheira, por vezes também é companheira...!
Muito bonito o teu poema, Dulce.
Beijo

Rosa Mattos said...

Que belo, Dulce.

Lindo! Lindo!

Cris Campos said...

Que momento pleno esse que tive agora ao ler teu lindo poema Dulce. Pude ouvir e sentir cada som tremular em cada letra, em cada palavra, em cada verso. Belíssimo amada! Belíssimo! Gr. Bj. alma linda!

JG Costa said...

Ritmo e amor andam de mãos dadas. Parabéns pela inspiração amiga. Abraços.

Carlos Moraes said...

as rimas reforçam (ou criam?) a melodia... bjs

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

O que é o tempo é o espaço quando estamos impregnados de uma essência puramente mágica?

Bjs no seu coração.

Sandro Panografia said...

Eu digo que sempre encontramos as pessoas que amamos presente em nosso coração ,mesmo que distantes. Bem mais que uma linda poesia, as melodias me soou como uma linda prece ! Parabéns Dulce ... um forte abraço !












claudia cavalcanti said...

Dulce, já disse que também tenho um contrato com a madugada, é no meio da noite que as coisas de dentro me transbordam. Neste teu poema onde a noite foi tua companheira te derramastes em versos, diante da lua e com certeza as estrelas levaram estas lindas palavras no ritmo da tua saudade à quem elas deveriam chegar. Muito terno e lindo, bjs

Post a Comment

Publicações populares