Powered by Blogger.
RSS

MINHA ORQUESTRA... MINHA VIDA




Vivo na regência dessa orquestra da vida
Como o maestro nessa composição.
Onde pretendo ser o “mentor”. 

Monto-me nessa mistura desordenada
Dos instrumentos; 
Na mistura de sons gritantes ou nostálgicos 
De uma orquestra diferente.

No som agudo de um pistão,
Vejo-me na liberdade de um grito acordado
Por vezes abafado em surdina.

No som de um saxofone,
Transfiro-me no choro pausado
De Blues acompanhante de tristezas.

Deslizo nas notas corridas em teclas de um piano.
Onde negras e brancas se alternam, 
No toque dos dedos levados pela mente marcante.

Na frenética bateria,
Explodiu o meu interior, 
No acordar com estrondo.

A guitarra agita meus pensamentos,
Ao sacudir-me, 
No balanço do ritmo da vida.

E a batuta se agita em movimentos
Binários, terciários, quaternários...
Tentando direcionar as entradas e saídas.

E assim encosto-me no Contra Baixo. 
Onde a gravidade expressa,
Compassando, direcionando, 
Cada movimento.

E nessa mistura de sons. 
Vejo minha vida tal qual uma orquestra.
Onde os instrumentos invadem meu ser.
Montando quem sabe uma sonata em sol maior.

Mas num todo deixo me envolver,
Pelo som vindo de um desses instrumentos,
 “O violino” 
Mais próximo aos meus ouvidos,
Tal qual um murmúrio.

O sussurro de nossas vozes,
Na melhor composição de nossos desejos.

mochiaro/rio de janeiro


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comments:

Dulce Morais said...

Mochiaro,
Uma perfeita melodia em versos que canta uma canção de equilíbrio no leitor.
Adorei, caro amigo!
Parabéns!

=> Crazy 40 Blog
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de Ensaio
=> Neo Literattus
=> MeNiNoSeMJuIz®

Post a Comment

Publicações populares