Powered by Blogger.
RSS

PORTAL

PORTAL

Tenho uma montanha
de roupa pra passar,
tava com uma tremenda
de uma preguiça,
mas tinha que começar,

Preparei o ferro de passar,
abasteci com água filtrada,
e liguei pra esquentar.

Mas ao ficar pronto para o uso,
e ao encostar no ferro de passar,
como um estupor, entrei num Portal
e fui parar na sua sala de estar.

Era lá com todo meu carinho,
que sua roupa eu gostava passar.

Então comecei a passar,
suas blusas brancas de tanta alvura,
que te vestia com tanta doçura.

E também , aquela tua blusa verde,
que lhe caia tão bem,
que quando você usava,
com muito ciumes eu ficava.

Depois, suas calças de sarja preta,
que você ficava tão elegante,
que me deixava estonteante.

Ai surgiu a aquela saia que te dei,
que quando você usava
tanto me cativava .

E então, o sei pijama de alcinha,
azul celeste acetinado,
que quando você usava
me deixava embriagado,
e dentro dele você era,
e ainda é, meu Luar Consagrado.

E por ultimo, aquele teu vestido
deslumbrante vermelho,
que você usou pra gente ir jantar,
e um ano de namoro comemorar,
e imagino com quem sera que hoje em dia,
você o usa para festejar.


É, era a tua roupa que eu gostava de passar,
e sei que pra você, eu fazia porque queria,
mas para mim era muito mais que isto,
era meu jeito de te acarinhar,
e muito mais que isto,
era o meu jeito de te Amar.

Mas a água do ferro acabou,
e então o Portal se fechou,
e agora eu estava de volta para minha sala,
para minha roupa eu começar a passar,
e não precisei reabastecer o ferro de passar,
pois a minha roupa já estava ficando úmida,
umidade que caia de meus olhos,
era uma salgada umidade,
pela tua imensa Saudade.

Marco Aurelio Tisi

( 14/05/2013 )


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comments:

Isa Lisboa said...

Um portal para a saudade... Original esta sua publicação! :)
Um abraço

Post a Comment

Publicações populares