Powered by Blogger.
RSS

Prendemos o Tempo

Imagem Google
Tic-tac o tempo passa
Tic-tac e não nos leva,
Tic-tac e a idade caça
Tic-tac a cabeça neva...
O relógio vai correndo
E segue sem descanso,
Ponteiro vai torcendo
Ao passo que avanço.
“Pro” café ele não para
Não atrasa ou adianta,
 A velhice ele prepara
E como nos encanta!
Só o poeta o aprisiona
Ao usar a pena de autor,
Em seu saber ele aciona
E ao tempo traz temor...
Há algo que então o prende
Qual vespa presa em mel,
Que ao sábio surpreende
Ao encontrá-lo no papel!


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

6 comments:

Sandro Panografia said...

Belíssima poesia Osny... parabéns ! Deliciosamente pude ouvir o tic-tac sendo aprisionado no papel. Muito bom... abraços !

Dulce Morais said...

No tic-tac dos seus versos, fui levada pela ritmo da magia ...
Obrigada, Osny!

=> Crazy 40 Blog
=> Pense fora da caixa
=> Tubo de Ensaio
=> Neo Literattus
=> MeNiNoSeMJuIz®

ricardo alves / são paulo,brasil said...

brilhante!

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Osny, sem dúvida nenhuma jamais esquecerei seu poema

Tic-tac a cabeça neve demais!

Abraços

Osny Alves said...

Obrigado amigos pelo doce elogio de cada um de vocês.

Osny Alves said...

Obrigado amigos pelo doce elogio de cada um de vocês.

Post a Comment

Publicações populares