Powered by Blogger.
RSS

Homem Alado

O seu olhar é como o sol
Em tarde fria de inverno,
Ou como o belo girassol
Tão dócil meigo e terno!
Tal qual a rude semente
Em solo fértil tenro e belo,
E brota tão rapidamente
De um jeito tão sincero!
E nada, nada que eu diga...
Faz cessar teu crescimento
Pois regá-la minha amiga
Não me é nenhum tormento!
Pois com sorrisos lhe regarei
Até que venha desabrochar,
Então teu jardineiro eu serei
Estarei honrado se me aceitar!
Cuidarei do seu canteiro
Que chamamos de jardim,
Toda noite e o dia inteiro
Será cuidada então por mim!
E ao florescer de manhã cedo
Com essência de flores e hortelã,
Podem até me achar tão ledo
Por eu tê-la por talismã.
Pois a sorte me bate a porta
Quando o sol já é nascente,
Em continência ele me aborda
Como se eu fosse tenente!
Mas é da pena que sobrevivo
E de cuidar de minha flor,
Por isso mesmo que hoje eu digo
Que nisso tenho grande valor!
Pois o sol que me desperta
Com seus raios de bela luz,
Nesta linda primavera
Que a muitos sei que seduz!
Aos encantos da natureza
Que se perdem em pleno ar,
Eis que em coro canta a Beleza
Convidando-me para lhe amar!
Em tua volta cantam bromélias
E flores doam pólen para o mel
Cem borboletas e cem abelhas
Entre si bailam até o céu!
Suplicam o meu cuidado
Sempre que muda a estação,
Pois eu sou teu homem alado

Desde que roubou meu coração!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comments:

Eliana Di Pardi said...

Este lindo Jardim que vc descreve será o nosso caminhar, lado à lado. Como meu jardineiro, aceito ser cuidada e enternecida por vc. Obrigada pelo lindo poema. Te Amo!!!!!

Eliana Di Pardi said...

Este lindo jardim será o nosso caminhar, lado à lado. Como meu jardineiro, aceito ser cuidada e enternecida por vc, meu amor. Obrigada pelo poema!!!!

Eliana Di Pardi said...

Lindo poema, meu amor. Muito obrigada!!!

Post a Comment

Publicações populares