Powered by Blogger.
RSS

M e U ni verso





Não me cabe nesta prosa poética adjetivar, mas...

banco/vazio  = espera

pensamento/remoto = busca

caneta?verde-claro = rabisco
De repente uma lágrima preta borra a esperança contida no pensamento do papel.


Não me cabe nesta  poesia rimar, mas...

banco vazio ?
Ilusório, nos ônibus que trafegam no Rio.

pensamento remoto?
Largue essa desbotada foto!

caneta verde-claro?
Voe em uma altura média. Lembre-se de Ícaro. Fui claro?

lágrima preta?
Apenas uma lágrima que misturada ao rímel que pingou na caderneta. Uma bobagem... Se pre    ocupe é com a ampulheta. Viva o presente.


Me cabe nesta prosa tentar criar uma piada

uma lua / toda nua
dança na tua rua

O que tem no meio da lua nua, da tua e da rua?
                                                                 
Claudiane
26/09/13



" Se você não aprendeu a rir de si mesmo perdeu a melhor de todas as piadas"
Snyder



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Isa Lisboa said...

Claudiane, gosto de jogos de palavras, e gostei de todos os seus adjectivos e substantivos! :)

Dulce Morais said...

Adorei!
Quanto originalidade, Clau!
Beijinhos!

Gilberto de Almeida said...

Gostei da construção, do desafio ao "status quo" do redigir, Claudiane! :)

danka maia said...

Autêntico como você amiga!
Beijocas!

Post a Comment

Publicações populares