Powered by Blogger.
RSS

Outono.

Folhas que se desprendem
esvoaçam no ar
sem vida
folha morta no chão
caída...

Flutuam
querem renascer
voltar à árvore
que as desprendeu
para tornar a viver...

Outono no parque
folhas mortas crepitam
sob os meus passos
pássaros cantam
outras folhas se agitam
sufocam e gritam
vamos morrer...

Sobre o peso do homem
folhas secas
que não comem
alimentam a natureza
jazem caídas no chão
Outono cinzento de incerteza..

Manuel Marques (Arroz)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comments:

Post a Comment

Publicações populares