Powered by Blogger.
RSS

Poema cebola (ou "No âmago da coisa")


Gilberto de Almeida
18/09/2013



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

8 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Gilberto, SENSACIONAL. Só você mesmo para retirar sílabas e letras, manter a coesão e coerência . Os três últimos cards
fecharam a ideia do título e de sua ânsia em provocar mudanças de atitudes.

PARABÉNS! D+++++++++++++++++++++++++++++++

Gilberto de Almeida said...

Nossa, Claudiane! Que alegria ver que o poema agradou assim! Meu entusiasmado obrigado! :D

Claudio Castoriadis said...

Inefável!!!!!!!!!!!!! Fiquei bestificado Gilberto. Parabéns.

Gilberto de Almeida said...

Muito obrigado, Cláudio! Seu comentário entusiasmado, assim como o da Claudiane, enche meu dia de vigor e alegria!

Dulce Morais said...

Gilberto,
Poderia ser apenas ilusão, criada pela magia e sabedoria com que maneia as palavras, mas é muito mais: é o poder da mensagem que se revela, é o sentir despertado e a consciência alertada.
Adoro a sua criatividade e o sentido que coloca em cada criação!
Mil parabéns!

Gilberto de Almeida said...

Dulce, você me fez reler e sentir o poema de uma forma diferente! Obrigado pela sensibilidade do seu comentário!

Kizy Lee said...

Muito bom, enxergaste além do que os olhos podem ver.
Com carinho

Gilberto de Almeida said...

Muito obrigado, querida Kizy!

Post a Comment

Publicações populares