Powered by Blogger.
RSS

Suspensa

Arte: Suhtukaa, Tesouro sem chave, Carlos Saramagohttp://www.carlos-saramago.blogspot.pt/

Suspensa
Paira sobre mim
A memória do que fui;
Os sonhos
Que me consomem o futuro
Ao alcance de uma mão
Que não consigo esticar.

Parada, nesta pose tanto
Estudada
Não consigo mais ficar
Estico uma mão acima
Outra ao lado
Passado ou futuro
Algum me há-de

Puxar.

Isa Lisboa

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

9 comments:

Kizy Lee said...

Gosto de sua maneira de escrever, principalmente quando escreve sobre questionamentos tão sábios e tão humanos, muito bom querida.

Com carinho

Isa Lisboa said...

Obrigada, querida Kizy! Obrigada pela sua leitura e pelo seu carinho!

Guaraciaba Perides said...

Interessante reflexão sobre o "eu" no tempo em função da imagem.
Um abraço

Ritinha said...

Nossa! Que legal, que intenso e que original...
Vom por curiosidade e adorei só de entrar.
Parabens! tem um jeito todo seu de escrever.
Vou ficar por aqui e ir desfrutando do que imagino ser bom para ler e curtir.
Gosto de pessoas assim como vc, que escrevem descrevendo os sentimentos mais intensos, vindo do coração.
Perfeito!
bjs
Ritinha

Isa Lisboa said...

Muito grata, Guaraciaba e Ritinha, pela leitura!
Ritinha, seja sempre bem vinda a este espaço, convido-a a conhecer todos os meus colegas autores, que lhe proporcionarão bons momentos de leitura!
Um abraço

Claudio Castoriadis said...

Lindo isa!!cada palavra colocada com carinho, honestidade. Uma ternura poética apaixonante! Parabéns.

Isa E. said...

Isa, eu adorei esse poema...
Passado e futuro estão sempre disputando, dentro de mim, qual dos dois consegue viver no lugar do meu presente.
E o pior é que, na maioria das vezes, um dos dois consegue!
Obrigada pela leitura!
Muitos beijos

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Isa, uma poesia que me provoca reflexão. Não gostaria de ser puxada pelo passado, ao mesmo tempo gostaria de ser puxada por vários acontecimentos do passado.
Bjs.

Dulce Morais said...

Como não há forma melhor de o dizer, vou repetir: a tua sensibilidade e criatividade deixam-me sem voz!
Adoro ler-te!
Beijinho!

Post a Comment

Publicações populares