Powered by Blogger.
RSS

À Tua Beira

A Cidade e o Rio, 1956 - Maria de Lourdes Mello e Castro


À Tua Beira

Encostei-me
Ao chorão que me aguardava,
E com ele
Derramei as lágrimas
Que há tanto retinha.
Murmurei ao rio
As palavras perdidas,
E às águas disse
A saudade do vento.

Dulce Morais

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

E como faz bem esse abrir as comportas e deixar que as águas há muito represadas nós renovem.
Bjs.

compassolento said...

Muito bom Dulce. Parabéns!

Post a Comment

Publicações populares