Powered by Blogger.
RSS

O que cabe no sonho?

                                                     
                                                                 Imagem: Okan Güner

Preciso muito apreender o som que rege a loucura
Muito venho pensando sobre, pois ouvi dizer que a mesma liberta
O que cabe nesta minha frescura?
Procuro o som que me desperta.

Hegel  tornou possível pensar a loucura  como pertinente e necessária à dimensão humana.


Quero, preciso emergir, tornar-me humana
Quem sabe livrar-me de tormentos
Alcançar a nirvana
desfrutar de todos os momentos


" Se me apetece rir de um louco, não preciso de ir procurar muito  longe; rio de mim mesmo".
(Sêneca)

Enquanto nada acontece
Ficarei aqui  entre peixes e alga
fios dourados de sol  anoitece
sonho e rio nós dois numa  eterna milonga


                                                          E o que cabe no sonho de um poeta?
                                                                         A loucura da cura

                                                   
                                                                               Claudiane

A escultura acima é do artista britânico Jason Taylor de Caires . Convido-o a conhecer seus trabalhos

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Sandro Panografia said...

Claudiane... certa vez , quando adolescente, vi uma frase em um muro que nunca mais me saiu da memória : " Os loucos abrem caminhos, que mais tarde serão percorridos pelos sábios ( A lua ) ". Pelo conjunto da obra nota 10, mas pela " Loucura da cura " nada mais merecido do que a nota 1000 ! Parabéns ... um grande abraço !

okan güner said...

Poetry and painting have been a very harmonious.i loved to tango dancing.supeeerrrr:))

Isa Lisboa said...

Claudiane, também acho que por vezes temos que abrir a porta à Loucura e deixá-la ficar, não para sempre, mas o tempo suficiente! Gostei desta sua abordagem!
A milonga...não é loucura, mas como sabe sou suspeita por ser fã de tango!
Um abraço

Kizy Lee said...

Concordo Clau, pois o que chamam de realidade não faz sentido nenhum...
Com carinho

Post a Comment

Publicações populares