Powered by Blogger.
RSS

Vida, Amarga Como Fel...

V em e me convence com teu amor,
I nduza-me  ao bom caminho;
D entre os prantos sofrendo,
A mores horrendos.

A mo-te, mas ama-me também,
M il vezes já te disse: Oh! Vida...
A meniza as feridas,
R igorosas de um amor
G asto meu tempo com coisas tristes,
A antes isso, que o amor, que ainda não existe.

C om dilemas e problemas,
O mitindo-me em dilemas, 
M uitos confusos, mas sóbrios,
O h! Vida... me deixe sortido. 

F ui-me em busca de uma gota de mel,
E  não encontrei, 
L imitadamente, me entreguei, a esse amargo fel... 


Simon-Poeta

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Dulce Morais said...

Simon,
Gosto dos acrósticos :)
Pareceu-me bem triste... mas belo !

Abraço!

Jhordany Siman said...

Obrigado Dulce! Beijinhos.

B. said...

Muito interessante e inteligente utilizar os acrósticos, pra passar uma mensagem como essa. Fascinante!

Jhordany Siman said...

Fico eternamente grato querida B.! Obrigado e beijinhos poéticos.

Post a Comment

Publicações populares