Powered by Blogger.
RSS

Escuridão

Por toda a vida somos OS PRESOS por uma dignidade banida... quem nos prende? SOMOS NÓS MESMOS.
Uma tristeza que se arrepende e se arrebenta em nervos e nos mordem com dentes afiados.
A vida nos leva a VÁRIOS CAMINHOS
Contrários de si mesmo...
Vamos superar tudo como asnos?
Nossos corações estão DESPEDAÇADOS
NOS GUIAM a um lugar chamado morte.
O fim está próximo,
A vida está a morrer!
COM diversas vidas que já vivi,
PASSOS mal andados,
Mas DE lutas sem fim.
Minha ESCURIDÃO apenas começou,
Pois a vida, vai além da morte,
E não se sabe se viveremos bem por lá.

Simon-Poeta

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

B. said...

Chocante, mórbido! Adoro quando os escritores exploram temas "negros" como tal, mas que acabam por revelar a decadência da realidade humana.

Ps: Interessante a frase formada pelas letras em amarelo. Legal a ideia!

Dulce Morais said...

Simon,
Por ser diferente do que costumo ler da sua autoria, este me tocou de forma diferente. Achei muito original, tanto o conteúdo sofrido como a apresentação!
Abraços!

Jhordany Siman said...

Obrigado B. e Dulce... muito obrigado mesmo!

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Muito interessante o primeiro verso do seu poema.

Onde começa a morte e a vida? O que é viver bem? Belas reflexões

Amei também a criatividade.

Post a Comment

Publicações populares