Powered by Blogger.
RSS

As pessoas não mudam!

Essa é, a meu ver, uma das minhas melhores crônicas, por despertar uma saudável discussão.
JGCosta

Clique na imagem para ver de onde ela veio.




Quantas vezes você ouviu alguém dizendo que gostaria que certa pessoa mudasse um pouco o seu jeito de ser, melhorando em alguns aspectos? E com certeza envolvia um relacionamento, amizade, empresa, ou algo parecido, não estou certo?
De fato estamos todos propensos a querer “transformar” as pessoas naquilo em que elas não são e que infelizmente jamais serão, porque as pessoas não mudam, essa é minha opinião.
Fundamento isso pela minha longa experiência com pessoas de todos os tipos e por também já ter tentado dar uma “recauchutada” em alguns seres, o que obviamente não deu certo.
Mas agora tenho certeza que você deve estar pensando: você está enganado JG! Eu já vi muitas pessoas mudarem, inclusive eu mesmo mudei.
Mudou de que? De cara, de casa, de carro, de amor, escolha a opção desejada, pois reafirmo, você nem eu mudamos, mantemos aquela nossa essência que trazemos internamente e que levaremos até o final de nossa existência.
Mas então qual a explicação para algumas mudanças que são notórias em um cidadão?
Simples: as pessoas não mudam, mas suas atitudes sim! Essa é a diferença, pense um pouco...
Vamos supor que você seja uma pessoa quase na minha idade (está velho hein) por volta dos 45 anos, então se lembre de alguma atitude aparentemente negativa que você faria há uns bons 25 anos atrás, tipo ofender alguém no trânsito, não levar desaforo para casa, responder na lata o que querem ouvir ou não, entre outras tantas coisas. Pensou?
Agora hoje, como é que você reagiria às mesmas situações?
Se você me disser que vai agir da mesma forma, então eu estou certo, você não mudou nem um pouquinho, bingo!
Mas eu creio que, assim como eu, você pode  acabar agindo diferente, mesmo que por dentro você ainda queira descer o braço em alguém, soltar um impropério cabeludo, alguma coisa em você mudou sim, a atitude que você irá tomar certamente pode ser diferente, mais branda, mais humana.
Entendeu o que eu quis dizer?
Você continua sendo a mesmíssima pessoa, com qualidades e defeitos, sentimentos à flor da pele, mas suas atitudes estão definitivamente alteradas.
E agora quanto àquelas pessoas que aparentemente passam a vida inteira fazendo “mal” a outros seres, cometendo crimes e contravenções mesmo, de todos os tipos, será que por mais que a sociedade e familiares tentem eles nunca vão mudar de atitudes?
Aí está a questão chave, pois para se mudar a atitude de alguém é preciso que se invista nesse ser, de coração, com muito amor, exacerbado amor... E mesmo assim corresse o risco de nada conseguir.
Por quê?
Simples também!
A mudança de atitude é algo que parte de dentro de nós mesmos, despertada geralmente por uma grande felicidade ou tristeza, então só cabe a nós mesmos decidir em que direção iremos seguir e o que de importante transportaremos acoplados à nossa essência.
Mas não fique triste se alguém não é exatamente, ou parcialmente, ou nada, nadinha mesmo, da maneira que você gostaria que ela fosse, pois cada ser vivente é especial justamente por isso, por ser único, com seus lados positivos e negativos, então cabe a você tirar desse ser somente suas melhores atitudes.
Difícil?
Não!
Contamine-o com suas boas atitudes.

Assim como a dor leva ao rancor, o abraço leva ao amor!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comments:

Dulce Morais said...

Acredito que cada ser humano possa melhorar, corrigir certos aspetos que possam lhe desagradar a ele próprio, mas estou convencida que ninguém pode fazer mudar outra pessoa.

Mas quero acreditar na hipótese oferta a cada um de evoluir, de melhorar, de avançar na descoberta de si próprio. Parece-me um dos motores para podermos todos continuar a aceitar dos outros certas coisas que podem nos desagradar…

Gostei da sua crônica, Joel!
Abraço!

Isa Lisboa said...

Joel, também eu acho que as pessoas não mudam, não realmente. E se algo muda, normalmente é pelo que diz, porque algo de muito siginificativo e forte aconteceu na sua vida...
Uma excelente reflexão a que nos oferece nesta crónica!
Um abraço

Post a Comment

Publicações populares