Powered by Blogger.
RSS

Desafio Bailarina - ai de ti...



eu já não sei quem eu fui
e também não sou quem eu seria...
ai de mim.

jamais te deixaria aí,
menina,
a ouvir essa musica
sem som
o coração fora
do tom
a sonhar no momento de viver...

o espelho não é mais você
nem é o reflexo daquilo que virá a ser...
ai de ti.

jamais deveria se deixar aí,
menina,
com esse olhar
que espanta
essa calma tardia,
não se levanta
a musica está a se acabar...

queres ser uma bailarina de Degas
ou dançar no Bolshoi?
Isso dói,
se teus pés foram feitos para voar
não os deixe no chão
tu não serás
o que deixei de ser...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Dulce Morais said...

Poderá a menina bailarina não ser o que deixou de ser, o poeta ele não deixa de rimar para ser…
Gostei muito, Carlos!
Parabéns!

Anonymous said...

Sensível,lindo! mariamar

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...


"jamais te deixaria aí, menina, a ouvir essa musica sem som o coração fora do tom "
"se teus pés foram feitos para voar não os deixe no chão "

Carlos um poema magnífico!
Bjs.

Isa Lisboa said...

Se teus pés foram feitos para voar, tira-os do chão! :)
Adorei o seu poema, Carlos!
Um abraço

Post a Comment

Publicações populares