Powered by Blogger.
RSS

CIRCO

CIRCO

lá de longe vi o Circo
era de lona branco e azul,
ou era azul e branca,
tem horas que a visão turva.

Não  entrei no picadeiro circense,
não sei se tinha muita gente.

Tinha lá um Trapezista,
que nas horas vagas era um bêbado equilibrista .

Tinha um palhaço com cara triste,
eu gosto de palhaço com cara triste,
porque no fundo é nesta vida
que ele persiste.

Mas sei que não tinha animal amestrado,
ainda bem que agora não pode mais,
que fique bem admoestado,
animal nenhum deve ser subjugado.

O Circo era de lona Azul e branca,
ou branca e azul,
tinha o palhaço de cara triste,
tinha o trapezista equilibrista,
tinha pipoca e algodão doce,
tudo bem que o show era agridoce,
mas não tinha animal amestrado,
esse é o grande predicado.

Que mesmo com o Palhaço de cara triste,
que todo circo nunca morra,
e para sempre o circo seja um sonho
que traz a criança que em nos existe.

Marco Aurelio Tisi

( 24/03/2014 )

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Dulce Morais said...

Marco,
O Circo é magia e maravilhas para encantar o olhar de todas as crianças... pequenas e crescidas :)
Abraço!

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Viva o circo sem animais ,
viva o palhaço que é a alma do circo,
viva você por me trazer esta saudade.

Bjs,

Isa Lisboa said...

O circo e as suas personagens fazem parte do imaginário e das recordações de todos nós, por isso foi bom visitá-lo na sua poesia!
Um abraço, Marco!

Marco Tisi said...

Dulce, Claudiane & Isa. Muito Grato por vossas palavras !!!!!!!!!!!!

Grande Abraço.

Post a Comment

Publicações populares