Powered by Blogger.
RSS

Análise

ANÁLISE

Meditei.
Penetrando no meu interior.
Fui à busca por entre os caminhos,
tortuosos, difíceis do meu espaço.
O encontro do que sou...
A imagem se faz presente,
no dia a dia,
no visual,
onde os olhos de quem vêem,
definem os traços,
(se perfeitos não sei),
marcam os contornos,
definem os prós,
excluem os contras.
E gostam; ou detestam.
É o visual.
É o externo,
É a semente do fruto maduro,
que o tempo, estraga num instante.
E o que resta?
E o que fica?
Se o exterior agoniza,
acaba-se, destrói-se
Fica o Interior.
O EU Puro Novo,
Indestrutível.
Onde a beleza perdura,
floresce, frutifica, ilumina, embriaga,
exala os perfumes dos anjos, dos puros,
dos verdadeiros amanhãs.

Assim eu sou.
Assim sou eu Assim...
Você me vê
Assim... serei...
Passem os anos.
Perdure o tempo.
Sou Eu e Somente EU.

Mochiaro

Análise
View more presentations or Upload your own.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

5 comments:

mochiaro said...

Prezados amigos(as)
No PPS surgiu uma falha em relação aos versos apresentados no inicio da página.
Peço desculpas

Dulce Morais said...

Caro Mochiaro,
Há no facto de ser-se o que se é, de aceitar-se apesar dos olhares alheios, de percorrer o trilho que se escolheu apesar de observar a multidão seguir outro caminho, de caber no espaço que fabricámos para nós próprios, um acto de coragem incontestável.
Passe o tempo e venha o amanhã e continue sempre a oferecer-nos tanta reflexão!
Um grande abraço!

PS: Gostei muito do vídeo!

Gilberto de Almeida said...

Obrigado por esse belo texto, Mochiaro. Para mim, sintetiza o objetivo da existência. O caminho e o aprendizado, rumo ao que verdadeiramente SE é! Parabéns!

Maristela Ormond said...

Que lindo! Muito profundo.

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Mochiaro, parabéns por tão belo poema. Ele só poderia ter nascido de um "EU" grandioso .Suas últimas postagens tem um "ingrediente" que gosto muito.
Beijos.

Post a Comment

Publicações populares