Powered by Blogger.
RSS

Canção do augusto amor

Imagem Web
Amo-te, oh carne quente,
de sangue rubro.
Amo-te face resplandecente
das rosas de outubro.

Amo-te doce almíscar
cândido e enlevado.
Amo teu coruscar,
de sabor adocicado.

Amo a tua vontade
desmedida,
como amo minha verdade...

Amo-te sem maldade,
liberdade aguerrida
na tua insana bondade.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comments:

Dulce Morais said...

Que linda declaração, Josué! :)

Sun Torres said...

Um belo soneto poemático!
Parabéns Josué! :)

Post a Comment

Publicações populares