Powered by Blogger.
RSS

CLAMOR

CLAMOR
(Por Maristela Ormond)

Quero andar como criança,
Com a felicidade estampada no rosto,
Quero tudo que a vida lança.
Quero ser feliz, tenho isso posto.

Quero a alegria curtida,
Dos passos que posso dar,
Quero a vida sentida,
Nos sorrisos que possa ofertar.

Quero correr pelas praias, por montanhas e campos,
E a tristeza descartar...
Quero olhar o mundo com seus cantos e encantos
E o bem maior alcançar.

Quero sentir bem de perto,
O abraço, o sorriso, de quem amo.
Porque tudo isso é certo,

E o amor... É por ele que clamo!
Imagem da Web

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Maristela, junto-me a esses versos

"Quero olhar o mundo com seus cantos e encantos
E o bem maior alcançar."

Pois quando o "bem "eu alcançar terei um novo olhar para tudo aquilo que não é "belo", mais e necessário a minha evolução.

Bjs.

Gilberto de Almeida said...

O bucólico buscando a essência de tudo. "Bem" disse a Claudiane, com o perdão do trocadilho.

Um abraço!

Maristela Ormond said...

O que posso dizer? Obrigada queridos!

Isa Lisboa said...

É um clamor sentido, e que espero que se concretize. Poetizou muitas coisas essenciais aqui! :)

Post a Comment

Publicações populares