Powered by Blogger.
RSS

Primeiro aniversário do Tubo de Ensaio - Laboratório das Artes



Se somente uma palavra eu pudesse adquirir
e oferecê-la a um dos poetas-alquimistas do Tubo-de-Ensaio,
não pensaria duas vezes e compraria a seguinte palavra:

"TRAVESSIA"

E ao revendê-la ao interessado, imporia o seguinte preço,
que não pesaria no seu bolso,
mas única e somente, 
no seu esforço e na sua vontade:


Eu lhe ofereço a 'TRAVESSIA', meu amigo,
e você poderá digeri-la somente com a condição
de verdadeiramente utilizá-la em sua vida.

Deverá estar disposto a:

- Atravessar as barreiras que o separam
de seus sonhos;
- Atravessar as fronteiras do cotidiano
e se fazer poesia;
- Atravessar os limites do ilusório
e encontrar a liberdade;
- Atravessar o deserto da incerteza
e alcançar a fé;
- Atravessar o horizonte falso da solidão
e sentir-se querido;
- Atravessar o cárcere da matéria
e encontrar a Deus...

Assim, meu amigo, o preço não é barato,
mas é possível.

E conforta-me saber que, se ousar engolir essa palavra,
após tamanho esforço,
então liberto das amarras da ilusão do mundo,
não lhe custará mais do que um suspiro,
fazer mais uma última travessia:

- Atravessará, quem sabe, em pensamento,
o Oceano Atlântico.
E conceder-me-á a felicidade
de um fraterno e caloroso abraço.

Boa travessia para você, meu amigo (que é uma amiga),
Dulce Morais.

Gilberto de Almeida




  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Dulce Morais said...

Caro Gilberto,
Há travessias que se fazem sem mover do seu lugar. Essas são as mais intensas e vivem-se sem poder explicar-se.
Há aquelas que se sonham, em barco à vela ou num vôo longínquo, que talvez, um dia, quem sabe, venham a realizar-se :)
Obrigada por esta maravilhosa palavra!
Um enorme abraço!

Gilberto de Almeida said...

Palavra importante, escolhida a dedo, Dulce. Até a travessia derradeira, muitas outras todos nós haveremos de fazer. Aproveite-a ao máximo.
Um enorme abraço também, minha amiga!

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Gilberto uma emoção muito forte tomou conta do meu ser.

Destaco os versos que me causaram frenesi

- Atravessar as fronteiras do cotidiano
e se fazer poesia;
- Atravessar os limites do ilusório
e encontrar a liberdade;
- Atravessar o cárcere da matéria
e encontrar a Deus...

Parabéns Gilberto e Dulce . Vocês são demais!

Gilberto de Almeida said...

Bora lá nos arriscar a fazer essas travessias, Claudiane?

Post a Comment

Publicações populares