Powered by Blogger.
RSS

Poema aos escritores

Somos nós, os que usam as mãos
e as palavras, somos nós que no fim da jornada
sobre todos escrevemos, mas esquecemos de viver.

Somos nós que tempos amores incorrespondidos,
somos nós que muito amamos e pouco,
pouco pedimos.

Somos nós que registramos a histórica,
somos nós que cantamos as vitórias
e declamamos solenemente as derrotas.

Somos nós filhos de Camões, netos de Shakespeare
sobrinhos de Cervantes, que fizemos grandes heróis,
que coroamos estórias pequenas, tornaram -se em nossas
linhas, grandes.

O que seria do mundo, se não fosse a escrita,
o que seria de nós, se não fosse o papel,
sem a tinta e sem a pena,
somos escritores, somos imaginação.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comments:

Gilberto de Almeida said...

Somos imaginação... Fechou com chave de ouro, Josué! A imaginação é o poder do artista! Obrigado pela homenagem, que se estende a todos nós, amigos do "Tubo de Ensaio" que, de alguma maneira, vamos escrevendo e aprendendo...

Isa Lisboa said...

Se não fosse o papel...escreveríamos talvez na areia, se preciso fosse! :) Obrigada por tão lindo poema e um abraço para você e todos os escritores!

Post a Comment

Publicações populares