Powered by Blogger.
RSS

Ela


 Cabelos cor do sol,

Olhos negros como a noite,

Sua pele cor areia do mar,

Sua energia irradiada, fecho meus olhos...

Boca rubra, como o rubi...

Em seu medo pensando estar sozinha, seus olhos chuviscam

Entretanto, em meio ao perigo sorri de lado

Sabe que é forte, sabe que pode voar

Sua alma, vejo luz

Cenho serio, porém com sorriso de menina

Um tanto incompreendida

Ela acha graça nos pequenos detalhes da vida,

Ela saúda  a vida, canta ao vento

É misteriosa, tornando-a bela

Ela é um ser livre

Ela é tão ela

E por isso a amo

Por ser tão Ela...





  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

5 comments:

E.P. GHERAMER said...

É um sentir suave e belo o que esta Poesia me deu - ou será que foi você, Kizy?
De qualquer modo, muito obrigado por este momento!

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

E por ser tão Ela... Encanta e leva-nos a embebedar de frescor.
Beijos amiga.

Gilberto de Almeida said...

Singelo e doce. Obrigado por compartilhar, Kizy!

Isa Lisboa said...

É impossível não amar um ser livre! :) Muito lindo, Kizy!

Dulce Morais said...

A liberdade unida ao amor formam flores imortais...
Belíssimo, Kizy!
Abraço!

Post a Comment

Publicações populares