Powered by Blogger.
RSS

SONS,SUBJETIVOS.

SONS, SUBJETIVOS
(Por Maristela Ormond)




Imagem da web
Letras, notas ruídos.
Sons que fazem de nós seres animados.
Música que toca corações imbuídos,
De alento tornando-nos alados.
Sim alados, porque nessa hora voamos.
Voamos na imaginação.
Entregamos-nos aos sonhos.
E nosso coração, é pura emoção.
Sons provindos da natureza.
Sons provindos do próprio homem.
Derivados de harmonia e beleza.
Inspirado pelos anjos que nunca dormem.

Cada letra, cada nota,
Inspira e traduz um sentimento.
Para cada um denota,
O rememorar de um acontecimento.
O pássaro tem seu acorde.
A abelha sua melodia.
As folhas há quem concorde!
Tem seu som na ventania.
Quem não parou para ouvir,
Os sons que a nós é emitido,
A natureza não pode discernir,
Não passa de um ser desvaído.
Mesmo com tantas pessoas,
Com distúrbios auditivos,
Os sons são coisas boas,
Pois possuem meios alternativos.
Veja o caso de Beethoven,
Que sentia o trepidar,
Deixava que os olhos aprouvessem,
E o balouçar, o acariciar...
Então por que não ouvir.
Cada um com seu jeitinho.
As letras, os sons, o tinir,
O cantar de um passarinho?


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

O som produzido nesse poema inundou-me.
bravo, bravíssimo.

Maristela Ormond said...

Obrigada Claudiane! Bj.

Post a Comment

Publicações populares