Powered by Blogger.
RSS

Águia


Todos os dias, quando passava naquela rua, o vento levantava-se. Era forte, tão forte, que era preciso um grande esforço para resistir e avançar.
Um dia, num impulso, parou de resistir: sentiu que voava nas asas do vento, o frescor na cara, o ar nos cabelos.
Afinal, sempre fora águia.

Foto: Svetlana Belyaeva

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

As vezes se faz necessário...
Beijos

Isa Lisboa said...

A liberdade é sempre necessária, não é mesmo?

Obrigada, Clau!

Dulce Morais said...

Isa,
Quando deixamos de resistir ao que nos parece um adversário, apercebermo-nos que era exatamente o que procurávamos...
Lindo!
Beijinhos!

Post a Comment

Publicações populares