Powered by Blogger.
RSS

O gato


Essa é uma das minhas poesias mais simples e também uma das que mais gosto, devido, é claro, a sua simplicidade...
JGCosta





O gato


Com sete vidas ele nasceu
Seis vidas ele perdeu
Foi quase parar no céu
Pois quase se escafedeu
Com tantos acidentes que sofreu

Um embaixo da bicicleta
Outro caindo da mureta
Mais um tropeçando no atleta
Outro sob um carro que não breca
Mais um andando na cerca elétrica
Outro brincando com o menino sapeca

Através do carinho que ganhou
Das pessoas que ele acariciou
Com aquela vida que sobrou
As outras seis ele recuperou
E toda a história reiniciou!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comments:

Isa Lisboa said...

E uma criatura assim merece certamente recuperar as suas vidas! Pelo amor que espalha!

Bonito poema! Um abraço

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Joel, é não é a simplicidade, o gesto mais bonito da vida?
Versos regidos por enorme carinho.
Abraço

Dulce Morais said...

Que coisa linda!
Muito carinho em versos bonitos.
Gostei muito, Joel!
Abraço!

Post a Comment

Publicações populares