Powered by Blogger.
RSS

Rascunhos...partes de mim

Meu Rascunho
Um rascunho do que sou 
ou das coisas que sinto,
não importa.
É o mesmo.
Sou eu.
Muita vez ignorado
em meio
a tantos outros,
algo assim como
quando nos misturamos
à multidão...
Uma solidão
de estar só entre tantos...
Nenhuma coisa
do que sou
ou do que sinto,
é mais que isso:
um rascunho,
um improviso,
esquecido, talvez
sem concretizar,
sem passar a limpo.
Rabisco mal feito,
apressadamente
incompleto,
sem destino certo
ou definido.
                                                                      Talvez sem futuro.
                                                                  Quiçá uma obra
                                                               inacabada,
                                                           esperando por conclusão
                                                   e, ainda assim,
                                             uma esperança.
                                      Mas, seja como for
                                e além de tudo,
                        um original.
                                                                      Escrevo e sinto o que
                                                                  escrevo  porque
                                                             hoje é sábado
                                                        e amanhã é domingo
                                                   e porque, para mim
                                              e para minha vida,
                                         essa diferença é
                                    sem sentido!
                                                                      Realidade minha,
                                                                 impar, consciente de si mesma
                                                           e que, mesmo misturada
                                                     à realidade real,
                                             ainda assim, unica,
                                      absurdamente,
                                involuntariamente
                           minha!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Isa Lisboa said...

Temos sempre a possibilidade de passar os rascunhos a limpo e até de fazer deles uma nova história!

Ronaldo Savazoni said...

Oi Isa, é verdade...uma nova estória com novos rascunhos...rsrsrs
Obrigado por você ter vindo...

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Um verdadeiro rascunho há que ter movimento crescente
Um verdadeiro original há que ter sofrimento
um poemeto há que ter asas mágicas.

Obrigada pelo belo passeio que me proporcionaste

Ronaldo, espero que eu consiga modificar o meu até o ponto final ou melhor até o ponto inicial.

Ronaldo Savazoni said...

Oi Claudiane,
Você sempre consegue me deixar cativo de seu comentário. Passeemos juntos então pelas palavras que nos são tão amigas e que nos mostram tão despidos de nós mesmos. É certo que o conseguirás Claudiane, não tenho a menor duvida quanto. Abraços

Post a Comment

Publicações populares