Powered by Blogger.
RSS

Solitude


Solitude
Palavra estranha
A alguns desconhecida
É aqui junto ao mar
Que melhor a saboreio
Deixo-a pousar
Na palma da minha mão
O vento levanta-a
E ela rodeia-me
No abraço de quem
Me conhece
Descansa em mim
E eu descanso nela
Como duas velhas amigas
A ouvir o mar.

Foto: www.pixabay.com

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Ronaldo Savazoni said...

Isa Lisboa...
Nenhum lugar é melhor do que aquele que possibilita ver, sentir e ouvir o mar, para se curtir a solitude e nenhum lugar melhor, também, para experiencia-la, degustá-la, vivenciá-la. Consciência e bom gosto juntos.

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Isa, perfeito movimento. Mar e solitude.

Beijo.

Gilberto de Almeida said...

Amiga necessária. Aliás, ambos amigos necessários. Venho pensando bastante nisso, Isa. Seu poema veio bem a calhar. Obrigado.

Isa Lisboa said...

:) Obrigada a todos pela leitura :) Um abraço

Post a Comment

Publicações populares