Powered by Blogger.
RSS

Até logo mais

                                                                 Imagem: José Suassuna

Pai e filho visitam a cidade grande, era a primeira vez daquele menino de olhos esverdeados. Acabo de me perguntar se de fato o que ele me contou foi verdade ou se era apenas verdades inventadas para aguçar a imaginação de sua menininha. 
  
 Pai, estou com muita  fome.
 Antonio Amaro, quando o próximo boteco aparecer nós iremos parar para comer.

E o menino saiu correndo, segundo ele, e quando deu por si estava embaixo de uma saia rodada  que cheirava a bacalhau.  A mulher furiosa, ralhava e  balançava a saia para que ele saísse.

Quando enfim chegou ao bar, seu pai pediu empadas . Tudo ia bem quando de repente:

 Cruzes tem um coco de cabrito bem aqui nesse troço! Olhe
papai, falo a verdade!

Com certeza devo ter dado bastante risada, quando me contou que o que pensava ser coco de cabrito era uma azeitona preta. E foi assim que mesmo sem nunca ter visto um coco de cabrito sei qual é seu formato e cor. 

Claudiane Ferreira





Ao menino que ano mais tarde se tornaria meu pai , o meu sincero obrigado ...  Até logo mais.



♪ PaiPode crer

Eu tô bem 

eu vou indo...♪



" Todos os homens na Terra são chamados a esse testemunho, o da temporária despedida. Considera, portanto, a imperiosa necessidade de pensar nessa injunção e deixa que a reflexão sobre a morte faça parte do teu programa de assunto mentais, com que te armarás, desde já, para o retorno, ou para enfrentar em paz a partida do teus amores..."


 Joanna de Ângelis

Divaldo Pereira Franco




  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comments:

E.P. GHERAMER said...

Parabéns, Claudiane!

Isa Lisboa said...

Quem amamos vive sempre em nós!
Beijinho, Clau!

Dulce Morais said...

Emocionante e profundo, querida Clau.

Post a Comment

Publicações populares