Powered by Blogger.
RSS

Poema à noite estrelada

Imagem da web
Se fossem as estrelas todas feitas de vontades
Minhas e suas luzes fossem caprichos de minha
Veleidade... estariam todas as estrelas em tal
Proximidade que as agarraríamos com as mãos...

Só que as estrelas não foram feitas para serem
Facilmente tocadas, não foram feitas para as volúpias
Canais, foram desenhadas pelo infinito para serem
Admiradas e amadas pelos mortais...

Quando as estrelas foram enfim na noite colocadas,
Foram fixadas no céu para que só atinja o coração
De tais ninfas... aqueles que compreendem o léu...

Por estarem tão distante que as estrelas se tornaram
Tão grande e deveras são, visto que cada estrela
Tem para si um anil céu... e um poeta apaixonado...

Josué Brito


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comments:

Josmar Divino Ferreira said...

Belissimo soneto amigo Josué Brito.Como sempre tua poesia é maravilhosa. Parabéns

Post a Comment

Publicações populares