Powered by Blogger.
RSS

Amor sertanejo

Imagem da Web
Pensei em pegar uma gota de choro
Das árvores sertanejas... Um pouco
De terra que nunca dantes foi pisada...
E um vento que tivesse destino...

Juntar todos esses tesouros com uma
Viola mal afinada e que nunca tivesse
Sido tocada...

Pensei em pegar um pássaro que
Ainda dentro do ovo jamais vislumbrou
O mundo... e uma erva que nunca foi
Tocada e uma flor que tivesse o primeiro
Perfume...

Talvez uma rocha que ainda não foi
Esculpida pelo tempo e tudo que há
De puro no coração de uma criança...

Com todos esses elementos no pensamento,
Com os dedos sujos de terra vermelha
Comecei a escrever este poema na casca
De uma palmeia para dizer que te amo! 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

5 comments:

DJALMA SOARES said...

Belo poema Josué.

DJALMA SOARES said...

Belo poema Josué.

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Josué , bravíssimo.

essa estrofe bombou "Pensei em pegar um pássaro que
Ainda dentro do ovo jamais vislumbrou
O mundo... e uma erva que nunca foi
Tocada e uma flor que tivesse o primeiro
Perfume...'

Isa Lisboa said...

Imaginei a paisagem sertaneja e o Amor que nela se quer deitar! :)
Abraço

Josué da Silva Brito said...

Muito obrigado, amigos!! Agradeço profundamente pelo apreciamento de tão incomensuráveis poetas!

Post a Comment

Publicações populares