Powered by Blogger.
RSS

NOITE

Noite
(Por Maristela Ormond)
 
Imagem própria
Ah! Essa noite que chega
Bem de mansinho, trazendo sonhos,
Trazendo pensamentos de quem almeja,
Por algo grandioso meio que medonho.

Ah! Essa noite que se aproxima,
Sem esperar o concreto esfriar,
Sem paciência de se mostrar,
Trazendo às ruas os poetas que procuram rimas.

Oh! Noite linda e cruel,
Que trás o sabor do mel e do fel,
Nas lembranças doces e amargas da procura,
Que acariciam o coração e também o cura.

Ah noite que me espreita,
Que toca os mais íntimos desejos,
Que de lembranças meu coração deleita,
Quando relembro seus mais doces beijos.

Ah! Noite traz pra mim o sossego e a paz,
Congela meu coração febril,
Renova o ser que procura o descanso e dele se apraz,
Trazendo de volta a virilidade do azul anil...


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Dulce Morais said...

Maristela,
A doçura da escuridão transforma-se por vezes em mágoa... mas os versos deitados no papel, sabem devolver-lhe o veludo da madrugada...
Belíssimos versos!

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

"Ah! Essa noite que se aproxima,
Sem esperar o concreto esfriar,"

Tenho a impressão que em certas situações a chegada da noite intensifica nossos sentires.

Gostei demais da imagem e do poema.
Beijos

Maristela Ormond said...

Obrigada doce Dulce, muito belo seu comentário. Beijos.

Maristela Ormond said...

Sim Claudiane a noite tem pressa em chegar e com ela traz todas as passagens dos acontecimentos diários e com ela meditamos e concluímos nossos erros e acertos e procuramos sempre acertar no dia subsequente,,, Vida que segue...Beijos.

Post a Comment

Publicações populares