Powered by Blogger.
RSS

MARIA

MARIA

É mais um fim de fria Madrugada,
com um espectro de uma neblina derrocada,
que fará de Maria novamente desalojada,
Ela esta em seu casebre , acordada,
olhando pra seus filhos que dormem
sem saber de nada.

Maria treme com misto de frio e medo,
pois Ela, mais de uma vez,
esta vivendo este enredo,
eis que neste terreno que pagou pra invadir,
e que agora, forçadamente, tem que sair,
evidentemente, Ela e seus filhos não tem pra onde ir.

Maria é sozinha,
nesta sua Vida descaminha,
só tem seus filhos,
pra seguir nesta agonia.

Maria não tem mobília,
esta descrente,
já não acredita em homilia,
cada vez mais esta sem energia.

Agora que mais uma vez foi despejada,
Maria esta encurralada,
não há programa de governo
que possa abriga – la
Maria não acredita mais em nada.

Maria novamente ira pagar pra invadir,
pois não tem pra onde ir,
até, que mais uma vez,
o rolo compressor imobiliário,
numa ação de despejo,
patrocinado pelo judiciário,
fará com que Maria e seus filhos,
tenham mais uma madrugada,
com um terrível espectro de neblina derrocada,
onde Maria irá tremer desesperada,
olhando seus filhos,
que dormem sem saber de nada.

( 11/06/2015 ) 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Uma triste realidade !

Dulce Morais said...

Belos versos para uma triste situação...

Marco Tisi said...

Grato pr suas Observações Claudiane & Dulce !!!!!!!!!!!!!!

Abraços.

Post a Comment

Publicações populares