Powered by Blogger.
RSS

Poema do amigo

Imagem da Web






















Mentes para mim, eu sei. Vês com os olhos
Mais bonitos. Não concordas, podes dizer,
Mas apoias as loucuras do viver... És
O colo das lágrimas, o sorriso para sorrir.

Tu és a vida que espera o mundo mais
Feliz... Das contas que o dedo não faz,
Tu és a doce amizade... Não sei mais
Como era a vida antes de ti.

Ah como sofre todos nós... todavia  dividir
Manias e dramas contigo, faz o
Mundo mais feliz e a tristeza
Menos sozinha...

Ouves com o silêncio falado e com as
Falas silentes. Para acalentar as infelicidades
Tantas que existem nesta vida, basta
Apenas que ouças e já fazes bem...

Quantos invernos são frios... quantas
Areias no céu. Posso contar contigo,
Podes contar comigo... É assim, até
O fim, toda amizade é para sempre.


Josué Brito

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Muita bela essa poesia.

Felizes daquele que pode contar com a sinceridade de pelo menos um amigo.

"Não concordas, podes dizer,
Mas apoias as loucuras do viver..."

Post a Comment

Publicações populares