Powered by Blogger.
RSS

Pudesse ao menos eu afagar-te o rosto...

Meu amor por ti navega no tempo
assim como um rio rumo ao afluente
e a minha alma perdida não repousa...

Ainda sinto na pele os teus beijos
delírios!
Velhos desejos beijos mordidos...

E só no pensamento volto a ti
continuas a passar na minha ausência
pudesse ao menos eu afagar-te o rosto...

 Manuel Marques (Arroz)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comments:

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

"Meu amor por ti navega no tempo ... E só no pensamento volto a ti"

Como diria meu velho pai " Recordar é viver"

Abraço.

Post a Comment

Publicações populares