Powered by Blogger.
RSS

IR PRA BEM LONGE







IR PRA BEM LONGE

Nem sempre a vivência,
significa experiência,
nem que se chegara a onisciência,
e o que se imaginava em melhorar a convivência,
para o meu Coração acabou em resultar em turbulência.

Não devia ter voltado pra essa cidade
que é uma Selva de Pedra.
Me enganei, me empolguei, me antecipei,
e comigo mesmo, acabei que me odiei.

Imaginava que teria em algum dia a companhia,
para um Café com Bolo do Chocolate,
pra ter uma conversa sem ser nenhum debate.

Ou num Domingo fortuito, fazer uma lasanha,
acompanhada de um vinho suave,
pra se conversar amenidade.

E enfim num Sábado qualquer,
compartilhar uma Pizza
meio Marguerita meio Escarola,
pra gente jogar uma conversa fora.

Mas nada disso ocorreu,
e o tempo passou rapidamente,
e então percebi que a realidade
e a gente perceber ser um ser indiferente.

Sei da minha convivência com minhas Carências,
e o domínio que tenho com Elas,
mas tinha uma ultima, que agora pus a prova,
e a minha Carência Especial,
que resultou em mais uma carência
a ser dominada, pra conviver
sabendo que não há precedência,
e seguir com mais esta dura abstinência.

Quero ir pra bem longe,
lá onde eu seja um estranho,
que não me iluda, com nenhuma esperança,
de nenhum tamanho.
( 21/08/2015 ) 


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comments:

Anonymous said...

Bom, ótima pedida. Também quero ir!

"Quero ir pra bem longe,
lá onde eu seja um estranho,
que não me iluda, com nenhuma esperança,
de nenhum tamanho."

Claudiane Ferreira

Post a Comment

Publicações populares