Powered by Blogger.
RSS

Silêncios

Uma lágrima solitária caminha no meu rosto
a culpa é da fronteira que nos separou 
era meu o teu corpo e a tua alma…

E no silêncio mais fundo do nosso amor
ardo no fogo dos teus olhos
deixo correr as lágrimas…

E no fim quando só restar o silêncio 
e não ouvir o canto dos pássaros 
voltarei a sonhar…

Manuel Marques (Arroz)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comments:

Anonymous said...

"E no fim quando só restar o silêncio
e não ouvir o canto dos pássaros
voltarei a sonhar…"

Gostei muito.
Abraço

Claudiane Ferreira

Post a Comment

Publicações populares