Powered by Blogger.
RSS

ESTRANHO







ESTRANHO

O Tempo é tão Estranho,
quanto se esperou por uma situação,
e quando esta surge,
já não há mais ânimo,
pois a crueza da razão,
fez da esperança não ser mais magnânimo.

Agora no Oceano da Existência,
já não há mais urgência,
ficou só algumas reminiscências,
mas que já não tem influências ,
importa agora viver com transparência,
ficar longe de qualquer falsa opulência.

Neste “ Oceano “ que se quer navegar tranquilo,
que se apure a fugir dos próprios torvelinhos,
pra seguir sem burburinhos,
afim de evitar descaminhos.

Mas nada é tão fácil,
pois com disse o Dileto Poeta
Fernando “ Ótima “ Pessoa,
Navegar é Preciso, Viver Não é Preciso
sendo assim, que não se perca o “ Sorriso “.

( 16/10/2015 ) 


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comments:

Anonymous said...

"Neste “ Oceano “ que se quer navegar tranquilo,
que se apure a fugir dos próprios torvelinhos,
pra seguir sem burburinhos,
afim de evitar descaminhos."

Esses versos dizem tudo! E viva o sorriso!

Abraço!

Claudiane Ferreira

Post a Comment

Publicações populares