Powered by Blogger.
RSS

Os cuidadores do mundo

Crônica ainda inédita escrita para a Olimpíada de Redação de Jundiaí.
JGCosta

Imagem DAQUI!



Nunca fiz nada pelo Meio Ambiente!
Não publicamente, pois você não vai ver nas manchetes dos jornais uma imagem minha postada ao lado de uma campanha referente ao tema.
Eu sei que muitos levantam a bandeira todo o santo dia sobre a preservação da vida na Terra, participam de passeatas, fazem parte do Greenpeace, arrecadam fundos e mundos, mas será mesmo que de fato eles fazem mais do que eu?
Para se responder essa questão é necessário que eu faça algumas conjecturas: O que é fazer algo pelo Meio Ambiente?
Essa resposta parece um tanto óbvia, mas não é!
Para mim é bem mais do que participar de campanhas exaustivas propagando a ideia de se salvar o planeta, tem que se dar o exemplo a cada ação executada diariamente: reservando o óleo usado, separando o lixo e colocando os recicláveis em pontos de coleta, usando transporte público ou indo a pé para o trabalho em alguns dias da semana ou participando de caronas solidárias, plantando e cuidando de árvores, evitando gasto com copinhos plásticos no trabalho ao usar um copo de vidro permanentemente, etc.
As propagandas e campanhas são muito bem vindas sim, principalmente para tentar sensibilizar os corações endurecidos dos ricos empresários mundiais e para demonstrar aos poderes públicos, que têm o dever de fiscalizar condutas ilegais, de que estamos atentos aos problemas relacionados ao Meio em que vivemos, mas fazer a nossa parte é o que de fato mudará a realidade do planeta, dando o exemplo principalmente para os nossos filhos é que criaremos uma geração de pessoas realmente comprometidas com o tema, que não tomam atitudes por obrigação e sim por um costume sadio adquirido, usufruindo todos de uma cultura sustentável, ecologicamente falando.
Outro aspecto que abordo é ainda mais simples: o planeta está doente, o remédio está na própria Mãe Natureza e nós somos os cuidadores!
Veja um exemplo para que compreenda o meu ponto de vista: um fumante faz um check up médico anualmente e constata que seu pulmão está a cada ano mais comprometido. Ele escuta atenciosamente todas as orientações do especialista, faz uso de todos os medicamentos indicados, mas o seu problema de saúde nunca tem uma evolução satisfatória.
Onde está o erro?
Está na aplicação correta do procedimento médico!
Então o especialista é um incompetente?
Não, é o paciente que deve chegar à conclusão que a aplicação correta do medicamento e da sua real eficácia está intimamente ligada ao ato de parar de fumar.
Nesse rápido exemplo vemos algo que acontece a todo o momento: alguém querendo que outra pessoa resolva um problema que é nosso.
Como somos os responsáveis por cuidar do planeta e o medicamento está correto, onde é que estamos falhando?
Novamente uma resposta óbvia: não estamos cuidando direito do Meio Ambiente ou simplesmente estamos delegando essa função para outro ser, apesar do problema ser de todos nós.
Sim! Querendo que o resto do mundo tome atitudes sensatas, que polua menos, que preserve a natureza, enquanto nós assistimos de camarote o esperado resultado.
Lamentável conclusão: ninguém faz melhor por nós do que nós mesmos!
Então o fim é inevitável?
Não! Ainda dá tempo de salvar o planeta!
Faça de suas tarefas diárias o melhor complemento para que o mais precioso medicamento entre em ação imediatamente, fazendo com que o equilíbrio necessário possa ser restaurado. Aproveite-se dos meios tecnológicos de comunicação para divulgar essas suas ações, coloque fotos, vídeos, se vista de árvore se for necessário para que alguém curta e compartilhe a sua ação, seja o exemplo em pessoa, plante a cada dia uma nova semente.
E se não for ao menos fazer por você, meu caro humano, FAÇA mesmo assim, FAÇA enquanto ainda não é tarde demais, FAÇA por aqueles que virão depois, FAÇA, pois é muito provável que entre aqueles que irão habitar o planeta no futuro se encontrarão os seus próprios descendentes.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comments:

Anonymous said...

Gostei, pontuou muito bem.
Abraço

Claudiane Ferreira

Post a Comment

Publicações populares