Powered by Blogger.
RSS

Janela de Esperança


Buscamos no outros uma janela de esperança,

O sorriso que nos escapa…
O abraço que esquecemos,
A cumplicidade no momento de fragilidade,
O amor sem cobrança e sem preço,
O beijo roubado,
As asas da borboleta
O voo que sonhamos poder fazer
Porque no sonho tudo é permitido,
Acordados vemos o colo que nos
Oferece o amigo, amante,
Companheiro de passagem,
O sol nasce e o nosso põe-se...
Porque tardamos a acordar!
O silêncio não nos ajuda,
Queremos que o outro
Nos segrede a sabedoria que esquecemos...
Porque amar é simplesmente viver!
(Poema "Janela de Esperança" de 2015 e pintura de 1997 com o titulo "Esperança", Manuela Frade.)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comments:

Dulce Morais said...

Manuela, antes de mais, desejo-lhe as boas vindas a este espaço de criatividade e partilha!
A sua primeira publicação abre uma ... janela para mais luz!
Os seus versos tocam-nos. A sua obra emociona, a um ponto que não pode expressar-se em palavras...
Um encanto!

Abraço!

Pintora Manuela Frade said...

Obrigada por tudo como já tinha tido oportunidade de dizer é uma honra fazer parte deste Blog! Fico muito feliz poder toá-la no coração...um bj

Anonymous said...

Manuela, seja bem -vinda. Em relação sua estreia gostei muito tanto da pintura quanto do poema, ambos bem expressivos. "Porque tardamos a acordar!"

Abraço

Claudiane Ferreira

Post a Comment

Publicações populares