Powered by Blogger.
RSS

Desafio Janeiro 2016- Tecendo poesia em branco- Maristela Ormond

TECENDO POESIA EM BRANCO

Imagem própria

A rendeira faz a renda,
O poeta o poema.
Mas não há quem não se renda,
A um branco como tema.

A rendeira canta e fia,
O poeta escreve e ri,
Quando confunde a grafia.
E a natureza se ri das artes do colibri.

O pintor procura as cores,
Para que os olhos possam brilhar.
E a natureza põe o branco nas flores,
Para trazer paz e o homem acarinhar!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comments:

Dulce Morais said...

Maristela,
Um belo ritmo para encantar. Parece uma canção a murmurar :)
Obrigada pela magia!

Maristela Ormond said...

Oh Dulce você sempre carinhosa. Obrigada.

Gilberto de Almeida said...

Há que ter olhos e ouvidos inspirados para entender as peripécias da natureza. Obrigado pela partilha, Maristela.

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Maristela
Quanta delicadeza... A imagem, o poema chegaram a mim como uma brisa a beijar-me.

Beijos

Post a Comment

Publicações populares