Powered by Blogger.
RSS

Poema do amor talvez




















Amo-te talvez,
Mas amo-te tão incerto
Que chego a ter certeza...

Mas por que dizer que te amo
Talvez?
Porque se fosse certo não era o
Bastante... preciso te amar talvez
Para te amar mais.

Amores certos fazem alarde,
Gritam em excesso, planejam
Demais... amores certos são
Barulhentos... para te amar
Eis o silêncio.

Amando-te vislumbrando
Distante... Amo-te mais...
Mas amo talvez.

Amores certos são burros,
Procuram homizio demais,
Doam-se quando não se precisa....
Amores incertos vivem mais,
São melhores do coração...
Não se machuca, pois são
Talvez.

Mas se um dia disseres que
Sentes também
Um amor, talvez...
Será certo,
Pois te amo mais que talvez. 

Josué Brito 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comments:

Dulce Morais said...

Um sentimento tecido verso a verso...
Muito belo!

Post a Comment

Publicações populares