Powered by Blogger.
RSS

Amor ao sorriso primeiro




















Palpita divinamente ao sorriso incendiário
Da tua boca, o coração que cai de amores
Pelos olhos teus.

Como não mirar as caravelas que tens enjauladas
Dentro das tuas pupilas
Feitas de meles
Das abelhas que pertenceram a um deus?

Tu tens único e serene o olhar mais lindo
Que o sol perdeu... Olhas como se o mundo
Te pertencesse, mas afinal, ele te pertence,
O mundo e o coração meu.

Dia sem ti é uma noite sombria,
Como viver placidamente depois de um
Dia ser irradiado pelo olhar teu...

Vou procurar eternamente pelo sorriso teu,
Pelos olhos que tens na boca e pela
Boca que tens no olhar.

Já podes se considerar dona de um poeta
Arredio... duvido que algum pobre trovador
Conseguiu fugir de teu feliz mirar,
o serei o primeiro... Oh! Como já
Caio de poemas pelo sorriso teu!


Josué Brito 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comments:

Post a Comment

Publicações populares